Eventos Culturais

Apresentação de Concertos Musicais, Peças de Teatro e Dança (e outras atividades culturais performativas) com periodicidade constante.

Eventos Futuros

[Noite com as Estrelas] | “Aldeia da Roupa Branca”

| 06.07.2018 | 

 

[Noite Com as Estrelas] | Evento Gratuito

– Visualização de um Filme em todas as primeiras Sexta-Feiras de cada Mês –
ATENÇÃO: no mês de AGOSTO não irá decorrer a Noite com as Estrelas. Regressamos em Setembro.

Traga boa disposição que nós oferecemos o chá e o Filme.

Este mês de Julho continuamos o Ciclo dos Filmes Antigos Portugueses, com o filme “Aldeia da Roupa Branca”.

Sobre o Filme:
Aldeia da Roupa Branca (1938)
82 min
Comédia
Realização: · Chianca de Garcia
Argumento: · José Gomes Ferreira · Chianca de Garcia
A vida, costumes pitorescos, quezílias e paixões dos populares que se encarregam da lavagem de roupa dos lisboetas – indústria artesanal mas competitiva… A concorrência entre transportadores: o Tio Jacinto e a azougada afilhada Gracinda, com a viúva Quitéria e o seu filho Luís.
[Fonte: José de Matos-Cruz, O Cais do Olhar, 1999, p.56]
“Uma comédia com um grande leque de canções populares. A história mostra a vida de lavadeiras nos arredores de Lisboa e que se ocupam de lavar a roupa doshabitantes da capital. O filme conta com a participação da grande actriz Beatriz Costa.”

 

Eventos Passados

[Noite de Fados]

| 13.04.2018 | 

 

No dia 13 de Abril (sexta-feira) pelas 21H30 ocorrerá uma Noite de Fados no Espaço Cultural da União de Freguesias de Souselas e Botão, a entrada terá um custo de 7,00€ (adultos) com direito a usufruir de boa Música e de boa comida (Caldo Verde e Petiscos variados).
[Crianças:
Até aos 7 anos – Não pagam
Dos 7 aos 14 anos – 3,00€]

Os fados estarão a cargo dos seguintes artistas:
Fadistas: Delfina Henriques e Alcides Cepa
Guitarra Portuguesa: Joaquim Rocha
Viola: Gilberto Silva

Reserve já o seu lugar através dos seguintes contactos:
Por email: uniãofsouselasbotao@gmail.com
Por telefone: 968 574 658
Ou presencialmente (no horário de funcionamento) na Junta de Freguesia da União de Freguesias de Souselas e Botão (em Botão) ou no Espaço Cultural da União de Freguesias de Souselas e Botão (em Souselas).

O Espaço Cultural da UFSB reserva-se o direito de não permitir a entrada devido a lotação de espaço, por questões de segurança e conforto.
Qualquer questão poderá utilizar os meios de contacto para esclarecer.

Será uma noite de convívio e muita alegria. Não perca esta oportunidade.

Organização da União de Freguesias de Souselas e Botão

[Noite com as Estrelas] | A definir

| 04.05.2018 | (Data sujeita a confirmação)

 

[Noite Com as Estrelas] | Evento Gratuito 

– Vizualização de um Filme na primeira Sexta-Feira de todos os Meses –

Traga a sua mantinha que à sua espera haverá chá e Filme.

 

[Comemoração do Dia da Árvore]

| 21.03.2018 |

 

Dia 21 de Março (Dia da Árvore) o Espaço Cultural da UFSB recebeu as Escolas da União de Freguesias de Souselas e Botão, num dia cheio de atividades, convívio, arte e boa disposição para os “nossos” meninos.
Houve duas atividades pedagógicas: Visita guiada ao “Macrocosmos” do Fotógrafo João Santos (Exposição patente até dia 08.03) e Atividade Pedagógica incluída num Plano de educação ambiental da UFSB para os alunos desta região, baseado na reciclagem de óleos alimentares, transformando-os em produtos de limpeza (EcoXperience).
Um dia em cheio.

 

[Noite com as Estrelas] | “O Pai Tirano” (1941)

| 06.04.2018 |

 

[Noite Com as Estrelas] | Evento Gratuito

– Visualização de um Filme em todas as primeiras Sexta-Feiras de cada Mês –

Traga a sua mantinha! Nós oferecemos o chá e o Filme.

Este mês de Abril continuamos o Ciclo dos Filmes Antigos Portugueses, com o filme “O Pai Tirano”.
O Pai Tirano (1941) é um filme português de António Lopes Ribeiro.
O Pai Tirano é um dos maiores e mais representativos sucessos da época dourada[carece de fontes] do cinema português, tendo sido estreado a 19 de Setembro de 1941 no Cinema Eden, em Lisboa. A sua estreia em televisão efectuou-se na RTP, na rubrica de Fernando Garcia “7ª Arte”, na terça-feira, dia 15 de Agosto de 1961, às 22 horas e 5 minutos.

Este filme é considerado a maior obra-prima do cinema em Portugal. É considerado pelos especialistas, pelos fãs e pelos maiores cineastas internacionais como “O Melhor Filme Português de Sempre”, incluindo “o maior clássico do cinema português”, com o maior desempenho de Vasco Santana no cinema, depois de «A Canção de Lisboa» e antes de «O Pátio das Cantigas», a estreia de João Villaret no cinema e o início do sucesso de Ribeirinho.

Venha passar um agradável serão, neste Espaço que também é Seu.

[Noite com as Estrelas] | “A Menina da Rádio” (1944)

| 16.03.2018 |

 

[Noite Com as Estrelas] | Evento Gratuito

– Visualização de um Filme em todas as primeiras Sexta-Feiras de cada Mês –

Traga a sua mantinha! Nós oferecemos o chá e o Filme.

Este mês de Fevereiro continuamos o Ciclo dos Filmes Antigos Portugueses, com o filme “A Menina da Rádio”.

A Menina da Rádio é um filme português de 1944 produzido pela Companhia Portuguesa de Filmes, cuja realização é de Arthur Duarte. Filme com conceituados e famosos atores e atrizes, como Maria Eugénia, Óscar de Lemos, Fernando Ribeiro, Teresa Casal, Maria Gabriela, Maria Olguim, Ribeirinho e António Silva e Maria Matos, que também neste filme contracenam como par amoroso. O desempenho de António Silva neste filme, valeu-lhe o prémio do Secretariado Nacional de Informação (SNI) para o ano de 1944. Neste filme desempenha o papel de Cipriano Lopes, que é o orgulhoso proprietário da Pastelaria Bijou. É um apaixonado pelo progresso e sonha em criar uma rádio para o seu bairro, tendo como vedeta a sua filha Maria Eugénia e como compositor o seu futuro genro Óscar.

Venha passar um agradável serão, neste Espaço que também é Seu.

[Noite com as Estrelas] | “João Ratão” (1940)

| 02.02.2018 |

 

[Noite Com as Estrelas] | Evento Gratuito

– Visualização de um Filme em todas as primeiras Sexta-Feiras de cada Mês –

Traga a sua mantinha! Nós oferecemos o chá e o Filme.

Este mês de Fevereiro continuamos o Ciclo dos Filmes Antigos Portugueses, com o filme “João Ratão” (1940). Um filme em que os costumes populares são entrosados por conflitos românticos no cenário da I Guerra Mundial.

A comédia musical no cenário da participação portuguesa na I Grande Guerra, única em representação ficcional. Para tal, foram construídos – nos estúdios da Tobis Portuguesa – um abrigo subterrâneo, uma trincheira e as linhas alemãs, por soldados do exército sob orientação de oficiais.

Venha passar um agradável serão, neste Espaço que também é Seu.

[Noite com as Estrelas] | “A Canção de Lisboa” (1933)

| 05.01.2018 |

 

[Noite Com as Estrelas] | Evento Gratuito 

– Vizualização de um Filme na primeira Sexta-Feira de todos os Meses –

Traga a sua mantinha que à sua espera haverá chá e Filme.

Este mês de Janeiro, iniciamos o novo ano continuando o Ciclo dos Filmes Antigos Portugueses com o filme “A Canção de Lisboa” (1933), foi um filme que, na época, obteve grande sucesso e êxito do público, não apenas em Portugal, mas também nos então territórios de Ultramar e Brasil. Esse êxito deveu-se em parte ao carácter tipicamente português das personagens e das situações que permitia a total identificação dos espectadores com o filme. E em parte à introdução de canções que rapidamente se tornaram populares, não só neste filme, mas em todos os outros do género. Por isso, estas comédias são clássicas do cinema português, onde nunca se deixaram de ver e rever até aos dias de hoje. A Canção de Lisboa não é apenas pioneiro deste género cinematográfico como também um dos melhores.

Venha aproveitar um agradável serão neste Espaço que é Seu.

05.01.2018 – A Canção de Lisboa (1933)

Sobre o Filme:

A Canção de Lisboa, 1933, realizado por José Cottinelli Telmo, que inaugura o seu principal género cinematográfico: A Comédia Portuguesa.

As suas vedetas mais famosas são: Beatriz Costa, Vasco Santana e António Silva, todos eles protagonistas de A Canção de Lisboa. Sendo o restante elenco constituído pelos atores: Alfredo Silva, Ana Maria, Artur Rodrigues, Coralia Escobar, Eduardo Fernandes, Elvira Coutinho, Fernanda Campos, Francisco Costa, Henrique Alves, Ivone Fernandes, José Victor, Júlia da Assunção, Manoel de Oliveira, Manuel Santos Carvalho, Maria Albertina, Maria da Luz, Silvestre Alegrim, Sofia Santos, Teresa Gomes e Zizi Cosme.
Foi um filme que, na época, obteve grande sucesso e êxito do público, não apenas em Portugal, mas também nos então territórios de Ultramar e Brasil. Esse êxito deveu-se em parte ao carácter tipicamente português das personagens e das situações que permitia a total identificação dos espectadores com o filme. E em parte à introdução de canções que rapidamente se tornaram populares, não só neste filme, mas em todos os outros do género. Por isso, estas comédias são clássicas do cinema português, onde nunca se deixaram de ver e rever até aos dias de hoje. A Canção de Lisboa não é apenas pioneiro deste género cinematográfico como também um dos melhores. Por ter sido considerado um objeto de prestígio, o valor dos bilhetes foi mais dispendioso do que o habitual. O sucesso alcançado foi de tal forma retumbante, que as receitas do filme permitiram, inclusive, pagar uma grande parte das instalações da Tóbis que se encontravam então em construção.
Para além dos atores, outros grandes nomes da arte portuguesa marcaram a produção deste filme, por exemplo, os cartazes: nada menos que três foram concebidos por Almada Negreiros. Outra participação enaltecedora deste magnífico filme foi a de Manoel de Oliveira então no começo da sua carreira cinematográfica como realizador, aparece neste filme como ator, interpretando Carlos, o melhor amigo do ator principal Vasco Santana.
A Canção de Lisboa, pilar do cinema português, ironicamente não foi realizado por um cineasta, mas sim por um conhecido arquiteto José Cottinelli Telmo, tendo aliás sido o único filme por ele realizado. O uso do espaço em Lisboa, tanto em cenários de estúdio como em cenários naturais, é característico da sabedoria de um arquiteto. A cena exterior em que Vasco Santana canta o famoso «Fado do Estudante», por exemplo, foi filmada na esplanada do último piso da Cervejaria Portugália na Avenida Almirante Reis, um edifício do começo do século XX. Por todos estes motivos A Canção de Lisboa é um clássico e ao mesmo tempo um filme único que ficará para sempre como marco e testemunho da evolução cinematográfica portuguesa.

 

Mercado Feliz | Espaço Cultural da União de Freguesias de Souselas e Botão

| 16.12.2017 a 06.01.2018 |

 

— Mercado Feliz —

CONVITE:
A todos os Artesãos e/ou Comerciantes e enviarem a sua inscrição para apresentarem os seus artigos no Espaço Cultural – União de Freguesias de Souselas e Botão e CONVITE a TODA A POPULAÇÃO a vir ver e adquirir os seus presentes de Natal feitos com carinho num Mercado SEU e muito Feliz.

[Será um “Lugar” Feliz, de partilha de Arte e Saber. Venha usufruir e/ou participar.]Caso tenham alguma questão ou para saber mais detalhes sobre a participação poderão visitar o Espaço Cultural da UFSB no Horário de Abertura do mesmo, ou contactem via email:
espacocultural@ufsouselasbotao.pt
ou para o telefone:
938596165 (São Ferreira)

 

são colocadas à prova.

 

Brevemente

mais novidades!

Eventos Passados

Noite Com as Estrelas | Filme: “Leão da Estrela”

| 01.12.2017 | 21H00

 

[Noite Com as Estrelas] | Evento Gratuito

– Vizualização de um Filme na primeira Sexta-Feira de todos os Meses –

Este mês de Dezembro continuamos o Ciclo dos Filmes Antigos Portugueses com o “O Leão da Estrela”, Uma das mais famosas comédias populares da época de ouro do cinema português, que marcou o regresso do realizador Arthur Duarte aos estúdios Tobis, após alguns anos a trabalhar em Espanha. O filme, baseado numa peça de teatro dos anos 20, mas adaptada à realidade dos anos 40, revela toda a mestria do realizador, que, através da comédia, aborda temas que, no seu conjunto, fazem um interessante retracto do país.

Sobre o Filme:
Uma das mais famosas comédias populares da época de ouro do cinema português, O Leão da Estrela marcou o regresso do realizador Arthur Duarte aos estúdios Tobis, após alguns anos a trabalhar em Espanha. O filme, baseado numa peça de teatro dos anos 20, mas adaptada à realidade dos anos 40, revela toda a mestria do realizador, que, através da comédia, aborda temas que, no seu conjunto, fazem um interessante retracto do país.

Com um orçamento de 1.800 contos (perto de 9.000 €, não ajustados à inflação), O Leão da Estrela tem nas interpretações uma das suas mais-valias, com destaque para Milú, Laura Alves, Artur Agostinho, mas principalmente António Silva. O actor é o grande motor do filme, aproveitando o facto de, pela primeira vez, protagonizar um filme sozinho (anteriormente, António Silva teve sempre a seu lado outros grandes nomes do cinema português, como Vasco Santana, Maria Matos, Beatriz Costa, entre outros).

Sonoro Filme. Portugal, 1947, 123 min., comédia

Realizador: Arthur Duarte. Argumento: Ernesto Rodrigues, João Bastos e Félix Bermudes, baseado na peça teatral homónima. Actores: António Silva, Milú, Maria Eugénia, Erico Braga, Laura Alves. Estreia em Portugal: 21 de Novembro 1947 (São Luiz)

Anastácio, fervoroso sportinguista, viaja até ao Porto para assistir ao duelo entre os dois clubes e, com a sua família, fica alojado na casa do casal Barata, passando por rico. Quando o casal Barata retribuiu a visita e viaja até Lisboa, as mentiras de Anastácio são colocadas à prova.

 

 

Noite Com as Estrelas | Filme: “Pátio das Cantigas”

| 03.11.2017 | 21H00

 

[Noite Com as Estrelas]

– Vizualização de um Filme na primeira Sexta-Feira de todos os Meses –

Traga a sua mantinha que à sua espera haverá chá e Filme.

Neste primeiro mês iniciamos o Ciclo dos Filmes Antigos Portugueses com o “Pátio das Cantigas”, mítica Comédia Portuguesa de 1942 do Realizador Francisco Ribeiro, que conta com os inesquecíveis Vasco Santana, António Silva e Ribeirinho.

Venha aproveitar um agradável serão neste Espaço que é Seu.

Matiné Sénior | 28.07.2017 | 14H30

 

Na tarde de dia 28 de Julho (Sexta-feira) irá decorrer uma Matiné Sénior com música ao vivo pelo Grupo Musical J&V music.

Organização da Obra Social de Torre de Vilela com Apoio/Parceria de várias Instituições e da Junta da União de Freguesias de Souselas e Botão.

A Entrada é livre e a boa disposição é garantida: Apareça.

Eventos Anteriores