A Família 1360…

O CNE – Corpo Nacional de Escutas – é um movimento católico criado, na maior parte dos casos, a partir da iniciativa do respetivo pároco. Assim aconteceu em Souselas, no ano de 2007, com o Padre Fernando Carvalho, que convidou seis candidatos que logo iniciaram a sua formação frequentando os cursos necessários para se tornarem dirigentes do CNE.
No mesmo ano, o agrupamento abriu com a 1ª secção; cerca de 40 “patas-tenras” –  aspirantes a lobitos, divididos por quatro bandos. Comemora-se o seu aniversário a 24 de Novembro. Inicialmente foi chamado de “Agrupamento de escuteiros inter-paroquial BBSTV” (Botão, Brasfemes, Souselas e Torre de Vilela) pois era intenção do Pe. Fernando Carvalho a junção, também nos escuteiros, das suas quatro paróquias. Dado não ser possível esta designação optou-se pelo local de morada da sede, então designado por Agrupamento em formação 9054 – Souselas.
Em 2008, foi reforçado com mais dois candidatos a dirigente, que iniciaram a sua formação nesse ano e, a 30 de Novembro, fez as primeiras promessas de cinco Dirigentes e de todos os lobitos na Igreja Paroquial de Botão.
Em 2009, o agrupamento abre a segunda secção e participa no primeiro acampamento regional “Jambeiras” levando um explorador, cerca de 30 lobitos, dois dirigentes e dois candidatos a dirigente que fizeram a sua investidura em campo.
No ano de 2010, abriu a terceira secção aumentando a diversidade de atividades escutistas e, em 2011, o agrupamento assiste finalmente à “promessa” do primeiro caminheiro (jovem do grupo etário dos 18 aos 22 anos), contando hoje com as quatro secções em funcionamento.
Passados quatro anos, e já com as quatro secções, o agrupamento é finalmente oficializado na Ordem de Serviço Nacional Nº 604, de 31 de Outubro de 2011, passando a ter o número definitivo 1360.
O seu patrono é Nossa Senhora de Fátima e dele fazem parte a Alcateia n° 62 – Nossa Senhora do Ó, a Expedição n° 86 – São Tiago Maior, a Comunidade n° 55 – Rainha Santa Isabel e o Clã n° 46 – João Paulo II.
A cerimónia de filiação realizou-se a 8 de Janeiro de 2012 e, para além do atual chefe assistente Padre Fernando Pascoal e de muitos convidados, contou também com o criador do agrupamento, o Padre Fernando Carvalho. O chefe de agrupamento, Marco Lopes recebeu, finalmente das mãos do chefe regional, Pedro Monteiro, a bandeira de agrupamento, gentilmente oferecida pela senhora Maria Margarida Tenreiro, avó de duas escuteiras do agrupamento.
Ao longo destes 8 anos de existência, o 1360 tem efetuado diversas atividades com os seus elementos nomeadamente acampamentos, acantonamentos, raides, hikes… e para além do “jambeiras”, o agrupamento tem tentado participar nas atividades a nível regional e de núcleo de “referência”, tendo em perspetiva a participação no próximo ACANAC – Acampamento Nacional em Agosto de 2017. Participa também habitualmente em atividades desenvolvidas por diversas coletividades da União de Freguesias de Souselas e Botão.
O agrupamento tem inscrições abertas durante o ano inteiro. Os novos elementos, com idades entre os 6 e os 21 anos podem efetuar uma inscrição provisória e de Agosto a Outubro fazer a inscrição definitiva. O ano escutista começa em Setembro vai até meados de Julho do ano seguinte.
Em Setembro de 2015, instalou a sua Sede na antiga escola primária do Botão.
As atividades de sede realizam-se aos sábados das 15h00 às 18h00 seguidas de missa nas igrejas de Souselas ou no Botão, animada pelo agrupamento. Durante o ano há atividades no exterior que podem durar um dia como: raids, hikes, jogos de pistas, serviços à comunidade… ou incluírem a dormida fora de casa de pelo menos uma noite em acantonamentos e acampamentos.
Presentemente o agrupamento integra um efetivo de mais de meia centena de elementos, repartido por Lobitos, Exploradores, Pioneiros, Caminheiros e Dirigentes, e mantém o entusiasmo para continuar a viver grandes aventuras pelos caminhos de B.-P.
PartilharTw.Fb.Pin.
...

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!